TAIYO HOTEL EM CALDAS NOVAS – Hugo Hoyama.

TAIYO HOTEL EM CALDAS NOVAS – No hotel Taiyo, você não perde um evento de gueitebol, temos todos os eventos marcados com antecedência, aproveite também e já faça sua reserva no nosso hotel, e também se quiser saber mais sobre caldas novas temos várias dicas na nossa sessão de blog.

O melhor tenista de mesa em uma entrevista ao seu site diz quais as dificuldades passou por sua carreira.

“Infelizmente, no esporte, nós não convivemos somente com coisas boas, muitas vezes temos também que superar derrotas, críticas, gozações. E, posso dizer, isso é muito difícil, pois quem não convive com você. Não está acompanhando seus treinos, sua vida, não entende o que pode estar acontecendo com você.

Hoje, o tênis de mesa está muito mais nivelado, pois com as últimas mudanças de regras. Já não se pode contar mais com tanto favoritismo. Principalmente o set sendo jogado até 11 pontos, se você não consegue começar bem o jogo. pode perder a confiança, e assim perder a partida. Hoje também a “molecada” está muito mais animada. Também ficam muito mais motivadas quando jogam comigo. E “soltam o braço”, e quando começam a acertar, fica difícil de segurá-los. Sofri muitas derrotas nesses últimos anos. Derrotas que não eram tão freqüentes antes de eu me machucar. Em 2001, e ficar 4 meses parado, demorei muito para readquirir ritmo de jogo. Meus adversários perceberam que eu não estava confiante nos jogos, e assim fui derrotado em muitos torneios.

Não tiro os méritos de nenhum jogador que me venceu, pois todos souberam aproveitar as chances, e tenho certeza de que essas vitórias deram muito ânimo à eles, pois foi assim comigo quando derrotei o Cláudio Kano pela primeira vez. E aí que vem a parte da cobrança, das críticas, até gozações.

Tênis de mesa

Li, em um site especializado em tênis de mesa, alguns “atletas” pedindo minha aposentadoria, que eu estava muito velho para continuar jogando e principalmente vestindo a camisa da Seleção Brasileira.

Que eu não admitia ser derrotado, sempre dava desculpas pelas derrotas, nunca reconhecendo os méritos dos adversários, e gozado que, numa dessas matérias, estava assim: “- esse resultado do jogo contra o Cazuo, derrota por 3×0, poderia muito bem ter vencido, pois em todos os sets eu estive na frente, MAS ELE JOGOU BEM, APROVEITOU AS CHANCES E VENCEU…”- e o pessoal dizia que eu não reconhecia que ele havia jogado bem também. Até entrei em discussão com esse pessoal, foi um grande erro meu, pois eu sei que não preciso provar mais nada para ninguém, tanto q em 2004 no mundial de equipes no Catar, nós fomos campeões da 2ª. Divisão, eu ajudei a equipe com 10 vitórias em 12 jogos, e agora em 2006, iremos disputar a 1ª. Divisão, com as melhores equipes do mundo.

Mas mais do que dar moral à essas pessoas, tenho que agradecer muito, muito mesmo para as pessoas que torcem por mim, que me dão força, mesmo no momentos ruins, pois eles sabem que, com as condições que nós temos, em relação aos jogadores europeus e asiáticos, pudemos conquistar vários títulos, grandes vitórias. E com certeza continuarei lutando muito, pois em 2007, tenho muita confiança, muita vontade de disputar e conquistar mais medalhas de ouro, e me tornar o recordista, passando meu amigo Gustavo Borges, pois ambos temos 8 medalhas. Conto com o apoio de todos, pois eu treinarei muito para isso.”

Hugo Hoyama

LEAVE A COMMENT